Avaliação dos Contratos de Gestão 2017 com secretarias de Estado traz aumento de notas em relação a 2016

Campo Grande (MS) – A avaliação dos Contratos de Gestão 2017 traz notas positivas para todas as secretarias de governo de Mato Grosso do Sul. No geral, os conceitos ficaram entre “bom” e “excelente”, demonstrando o aproveitamento das iniciativas propostas nos contratos assinados no ano passado. Foram avaliadas as entregas feitas até 31 de dezembro, de acordo com a metodologia desenvolvida pelo Núcleo de Inteligência em Políticas Públicas (Nipp) da Superintendência de Gestão Estratégica.

A nota global teve aumento em relação a 2016, atingindo 7,70. O resultado final de cada secretaria é obtido por meio do cálculo da classificação dos indicadores, da avaliação das entregas e da nota de utilização do sistema SoftExpert Excellence Suit (SE Suite), usado no gerenciamento e monitoramento das iniciativas. A avaliação dessa última é uma novidade neste ano. A pontuação final é calculada pela média ponderada das três etapas da avaliação, de acordo com o seguinte peso: 30% para indicadores, 60% para iniciativas e 10% para sistema.

“O aumento da nota em relação ao ano passado demonstra o crescimento de aderência das secretarias ao modelo de gestão implantado no primeiro ano do Governo de Reinaldo Azambuja”, aponta o Secretário de Governo e Gestão Estratégica (Segov), Eduardo Riedel. Segundo ele, os contratos permitem a definição das metas assim como o monitoramento das ações, de modo a atender as políticas públicas do Estado.

As avaliações do Contrato de Gestão 2017 estão disponíveis no site da Segov.

Contrato de Gestão

Trata-se de um acordo assinado anualmente entre o Governador e os secretários de Estado, que estabelece metas e indicadores a serem atingidos. Eles integram o modelo de gestão para resultados, que vem norteando a administração pública de Mato Grosso do Sul desde 2015. Integram essas ações o Mapa Estratégico, construído em 2015, e o Plano Plurianual (PPA – 2016-2016), que estabelecem o planejamento nos eixos social, econômico, sustentável, de infraestrutura e de gestão.

Thiago Andrade – Secretaria de Governo e Gestão Estratégica (Segov)
Fotos: Edemir Rodrigues