Superintendência

Institucional SPGE

A Superintendência de Planejamento e Gestão (SPGE), conforme decreto que estabelece a estrutura básica da Secretaria de Estado de Governo e Gestão Estratégica (SEGOV), parte integrante dos órgãos de direção gerencial e assessoramento, compete:

I – Coordenar o planejamento estratégico governamental, mediante orientação normativa e metodológica aos demais órgãos e entidades da Administração Pública Estadual, na concepção e na implementação dos respectivos planos, programas e projetos de desenvolvimento de políticas públicas;

II – elaborar estudos, pesquisas e análises globais, setoriais, regionais e urbanas, requeridos pela programação econômica e social do Governo do Estado, em articulação com os órgãos públicos e privados e, em particular, com as instituições de ensino superior do Estado;

III – planejar, programar, organizar, coordenar, controlar e executar as atividades de planejamento global ou setorial e a proposição de políticas públicas e a formulação de estratégias governamentais;

IV – analisar, avaliar e propor a reformulação dos programas setoriais, visando a adequá-los às metas governamentais;

V – participar do processo de elaboração do plano plurianual desenvolvido pela Superintendência de Programação e Execução Orçamentária, observadas as orientações e diretrizes do Governo;

VI – monitorar a implementação do plano plurianual e de projetos especiais de desenvolvimento, bem como acompanhar e avaliar planos e programas setoriais ou integrados de desenvolvimento, em articulação com órgãos ou entidades afins das três esferas de Governo;

VII – apoiar e articular-se com órgãos municipais na área de planejamento, para o desenvolvimento de atividades e de ações de interesse do Estado;

VIII – acompanhar a execução de planos, de programas e de projetos especiais sob a coordenação da SEGOV, bem como elaborar relatórios de ação de Governo para subsidiar a mensagem do Governador à Assembleia Legislativa;

IX – estruturar, em articulação com as demais áreas do Governo Estadual, banco de projetos de interesse da Administração Pública Estadual;

X – desenvolver atividades relacionadas à estatística e à geotecnologias de interesse do Estado;

XI – realizar pesquisa de informações econômico-financeiras, sua consolidação e sua divulgação sistemática entre os órgãos da Administração Pública Estadual.

Superintendente de Planejamento e Gestão Estratégica

foto-thaner-chefe

Thaner Castro Nogueira é graduado em Ciências Econômicas pela Universidade Católica Dom Bosco, formado MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Getulio Vargas e finalizando MBA em Gerenciamento de Projetos também pela FGV.

Servidor público estadual da carreira de Fiscal de Tributos Estaduais desde 2006, compôs a equipe de assessoramento econômico do Secretário de Fazenda (SEFAZ/MS) entre 2007 e 2008. Gerenciou o Profisco/MS no período de 2009 até o início de 2015 e, cumulativamente, a Unidade de Planejamento Estratégico da Secretaria de Estado de Fazenda de 2012 até o início de 2015. Também atuou como professor universitário nas disciplinas de Finanças e Contabilidade Empresarial na Uniderp (Campo Grande/MS) entre 2005 e 2006.

Foi presidente da Comissão de Gestão Fiscal (COGEF), entidade vinculada ao CONFAZ, durante o período de 2014 a 2015.

HISTÓRIA

O Governador do Estado de Mato Grosso do Sul tem como meta durante sua gestão 2015-2018 implementar um governo com princípios e valores que incluam a mobilização e participação das pessoas na condução das políticas de governo para melhoria das suas condições de vida; a integração das ações; relação harmônica e produtiva com os poderes constituídos.

Para a efetividade dessas ações há a necessidade da implantação da Gestão para Resultados – GpR que se articula ao redor de três eixos principais:

I.        Aprimorar o desempenho do governo em seu processo de criação de valor e de produção de resultados;

II.      Otimizar o sistema de prestação de contas perante a sociedade e a transparência de sua atuação; e

III.    Implantar sistemas de condução e gestão responsável que promovam a otimização contínua do desempenho dos servidores públicos como ferramenta-chave.

Buscando criar mecanismos para a Gestão orientada para Resultados foi criada a Rede de Gestão do Estado de MS. Esta Rede tem uma coordenação centralizada na Secretaria de Governo (SEGOV) com execução e suporte descentralizado em todas as secretarias tendo como resultado comprometimento e alinhamento da liderança em torno de uma estratégia única; responsabilidades claras na execução das ações; maior qualidade e agilidade na tomada de decisão; consistência entre decisões de curto e longo prazo; maior clareza e apoio para as Secretarias para a definição de suas prioridades e organização de suas rotinas.

Na consolidação dessas ações foi elaborado o PPA 2016-2019. Visando dar consistência e divulgação à Rede de Gestão, pretende-se apresentar e unificar as ações que estão sendo articuladas pela Superintendência de Planejamento e Gestão na Secretaria de Estado de Governo.

Com esse objetivo, serão realizadas reuniões iniciais por eixo, esclarecendo quem são os participantes da Rede, definição mais clara dos diferentes papeis dos atores envolvidos: ponto focal, gerente de iniciativa, gerente de programa, o setorialista e a importância do grupo, que é quem realmente “toca” os projetos/iniciativas.

Ponto Focal

  • Pessoa responsável pela coordenação de todas as iniciativas definidas no Contrato de Gestão da sua Secretaria;
  • Servidor referência de sua Secretaria em relação à performance no Contrato de Gestão e principal elo entre o gabinete, os superintendentes e os gerentes de iniciativa.

Setorialista

  • Pessoa responsável por apoiar o ponto focal e os gerentes de projeto em questões técnicas, transversais e de articulação no desenvlvimento das iniciativas e projetos relevantes;
  • Monitora a performance geral da Secretaria que acompanha em relação ao Contrato de gestão, acompanhando o andamento das iniciativas e dos indicadores para registros gerais e para abastecer as reuniões dos níveis tático e estratégico.